SnowAdventures - Ski e Snowboard Reserva de Hotéis Estados Unids, Eurospa, América do Sul
Home  |  SnowAdventures TV  |  Estações  |  Artigos  |  Vídeos  |  Forum  |  Blog  |  Links  |  Contato  
  FAQ FAQ  Procurar o fórum   Registrar Registrar  Entrar Entrar


Andorra (Grandvalira) Março/17

 Responder Responder
Autor
  Tópico Procurar Tópico Procurar  Opções do Tópico Opções do Tópico
tiago Veja o Drop-Down
Iniciante
Iniciante
Avatar

Registrado: 02 Feb 2017
Localização: Londrina
Status Online: Offline
Mensagens: 11
  Citação de  tiago Citação de   ResponderResposta Link direto para este Post Tópico: Andorra (Grandvalira) Março/17
    Enviado: 23 Apr 2017 em 12:59am
Não tive tempo de postar na época, mas antes tarde do que nunca.

Vou escrever um pouco sobre os 8 dias que passei em Andorra (2 a 9 de março), no resort GrandValira, para ajudar os que quiserem conhecer o lugar, assim como muitos aqui me ajudaram antes de viajar pra lá.

GrandValira é a maior dos dois grandes resorts em Andorra. O outro é Vallnord, que fica a oeste, mas que não conheci. O mais famoso é Grandvalira, que conta com 6 setores de acesso:
  1. Pas de la casa
  2. Grau Roig
  3. Soldeu
  4. El Tarter
  5. Canillo
  6. Encamp

Se você fizer uma pesquisa rápida vai descobrir o suficiente sobre os setores. O mais agitado é Pas de La Casa, que fica próximo à fronteira de Andorra com a França. É uma vila com muitos hotéis, restaurantes, lojas e apartamentos - a melhor infraestrutura dentre os setores do Resort.

Chegando em Andorra
Andorra é um principado minúsculo encravado nos Pirineus, entre Espanha e França. Não há aeroporto no país. Quem vai esquiar desce em Toulouse (FRA) ou Barcelona (ESP) e segue de carro ou ônibus.

Eu optei por voar até Barcelona desde Guarulhos e de lá peguei uma van que já havia reservado pela internet. É a cia Andorra by Bus (andorrabybus.com). É tranquilo. A van sai do aeroporto e passa por Andorra La Vella (a capital) e por todos os setores que mencionei. Chegando do desembarque vá pro subsolo (altres andenes). É de onde sai a van.

Caso opte por Toulouse, há companhias que fazem o mesmo. A distância é basicamente a mesma (Toulouse-Andorra ou Barcelona-Andorra). Então, eu escolheria o voo mais barato para alguma destas duas.

Paguei 48,00 euros de Barcelona até Pas de La Casa. O site do Andorra by Bus indica que você pode escolher até o hotel onde a van vai te deixar. Balela... O motorista da van me deixou no ponto de ônibus de Pas, numa rotatória perto de uma capelinha (é de onde saem e chegam todos os ônibus, inclusive os que fazem o trajeto Andorra la Vella - vilas (setores). Enfim, briguei com o cara mas não adiantou. Na volta peguei um ônibus pela mesma companhia, partindo de El Tarter, e paguei 45,00 euros (foi mais barato porque El Tarter é mais próximo de Barcelona, pouca coisa, mais é).

Ski pass, seguro saúde e seguro contra acidentes

Contratei todos pelo site do Grandvalira.com. Imaginei que comprando diretamente dos caras, pela internet, faria grande negócio. Grande cagada. Paguei mais caro em tudo.

Procure comprar nos hotéis - que às vezes têm ofertas de forfait (ski pass) - ou de agentes de turismo.

Outra dica: Compre passes de 1 ou 2 dias. Eu comprei um passe de 7 dias seguidos, economizei um pouco, mas como não esquiei em um dia acabei perdendo o passe do dia (mais o custo do seguro-acidente). Esquiar 7 dias seguidos é pra quem tem muito preparo físico, ou não vai esquiar o dia inteiro como eu esquiei.

Dia 1
Cheguei em Pas de La Casa por volta das 14h00. Não dava mais tempo de alugar equipamento e esquiar, então fui dar uma volta no hotel e na vila.

Nos primeiros dois dias fiquei hospedado no Hotel Kandahar. Muito bom, recomendo! A sacada do meu quarto tinha uma vista linda pro setor de lifts, emocionante. O hotel tem também um ótimo serviço de café-da-manhã e sala de guarda-esquis, além de um Spa (hidromassagem, sauna e piscinas).

Vista da Sacada

Se vocês conferiram a foto da sacada, deu pra ver que do outro lado há vários aptos na boca do gol (como disse um colega aí do fórum). Você sai da porta do hotel direto na neve, é fenomenal.

Pas de La Casa tem muitas lojas, supermercados e restaurantes. Não precisa de carro pra nada, é tudo muito próximo. Uma lojinha em especial que gostei muito foi uma chamada Mati-Mar, ao lado de um mercadinho de mesmo nome. É uma escadinha que desce pra um andar inferior, onde vendem esculturas. Vale a pena conhecer.

Dia 2

Foi o dia inaugural. Aluguei o equipamento de esqui numa lojinha (Pic Negre, onipresente em Andorra) que ficava literalmente embaixo do hotel. Dia de sol, lindo. Primeira subida no lift pro big green (faz tempo que não esquiava) e meu capacete caiu lá de cima! Sorte que na descida achei o dito-cujo.

Sabe aquela criança que nunca viu doce e quando vê se lambuza? Pois é. Esquiei pra caralho nesse dia. Saí às 09h00 e voltei às 17h00. Fiquei acabado. Tão acabado que no outro dia eu mal conseguia andar.

Dia 3

No dia seguinte, assim que acordei eu pensei: fodeu. Meu joelho estava bagaçado a tal ponto que ir até o banheiro ficou complicado. Fiquei meio fulo porque eu tinha comprado o ski pass de 7 dias, toda a hospedagem paga, eu lá sozinho... Tirei o dia pra descansar pra ver se melhorava. Peguei um ônibus até Andorra La Vella, comprei uma joelheira e ibuprofeno na farmácia e aproveitei pra dar uma passeada na capital.

O resto do dia foi comendo porcaria no quarto, vendo TV e fazendo compressa de gelo no joelho.

Dia 4

Na madrugada anterior caiu uma nevasca tão forte, tão forte, que os carros estacionados na rua sumiram.

Carro coberto de neve em Pas

Apesar da neve forte, as ruas estavam sempre limpinhas, graças ao trabalho do pessoal da limpeza (devem ser servidores públicos de lá) que passava com uma porrada de máquinas limpando tudo.

Tive que mudar de hotel porque, como era sexta, o hotel estava lotado. Fui pro Hotel Copacabana, a uns 200m do Kandahar. Um hotel meia-boca, nem wi-fi no quarto tinha. Era todo decorado com fotos do Rio de Janeiro, servia churrasco e feijoada no restaurante, mas era tocado por argentinos... Vai entender. A atendente era a coisa mais linda do mundo, mas olha o nome dela: Lucrecia. Teve um dia que me cheguei na recepção e a chamei de Cremilda.

Neste dia voltei a fazer esqui, pegando leve. A pista estava ótima, mas uma nevasca danada. Alguns lifts fechados. Era powder pra todo lado. Continuou nevando ao longo do dia todo. À noite ganhei um frigobar no quarto: a neve chegou até a base da janela.

Janela do quarto virou um frigobar

Dia 5

Cara, tô escrevendo demais, melhor encurtar isso aqui. Bem, no 5º dia vazei de Pas de la Casa e fui pra El Tarter, um outro setor. Fiquei num hostel muito, muito bom: Mountain Tarter Hostel. Excelente, o melhor hostel que já fiquei na vida. Mas é um hostel pra quem curte um sossego, não é aquele clima de bagunça com molecada enchendo a cara e vomitando nos cantos. Era um clima tão familiar que à noite a moça que cuidava do hostel vazava e deixava a chave com um uruguaio que era quem estava há mais tempo lá. Tipo, dava pra chamar as putas e fazer uma festa no hostel se a gente quisesse.

O único porém é que o hostel ficava no alto de uma colina, a uns 500m da entrada do resort. A volta era excruciante.

Deste dia em diante fui fazer SnowBoard. Reservei 4 dias classes no Grandvalira.com, com duração de 3 horas cada. Fiz só 2 aulas e meia porque não aguentava mais a lerdeza do povo. As aulas coletivas são legais, mas o instrutor vai no ritmo do cara mais lerdo. Aí a aula empaca. Na terceira aula já tinha pego todas as manhas e parti pro fight solo.

A galera do hostel era muito ponta firme. Saímos tomar umas num dia, noutro dia fomos até Andorra La Vella no carro dum camarada italiano que vivia na Espanha. Esquiamos juntos noutro dia. Foi uma clima legal.

Fiquem avisados que El Tarter é uma vila mais familiar, então não tem nem 10% do agito de Pas de La Casa. Nem mesmo farmácia tem. Perto do hostel só havia 1 mercadinho e 2 restaurantes. Só, mais nada.

Dia 6, 7 e 8

A dor do joelho já estava melhor e continuei no Snow estes dias todos. Comprei uma GoPro (dica: comprem tudo em Andorra La Vella, é mais barato do que em Pas) e um monte de tranqueira nas lojas de Andorra La Vella. Eletrônicos, perfumes e bebidas são bem baratos.

Poderia me alongar aqui no relato, mas se você tá curioso, velho, só indo pra ver e curtir. Andorra tem muitos espanhois, portugueses, franceses e andorranos (dã!), mas também muitos turistas russos, franceses e espanhois principalmente. A língua é o catalão, mas dificilmente você vai ouvi-la dos mais jovens. Preste atenção nos senhores de idade batendo papo nos pontos de ônibus. Isso sim é o catalão das antigas. Dificilmente você vai entender algo.

Não deixe de contratar seguro-acidente. No 1º dia de aulas de Snow uma tuga portuguesa foi sair do lift com o snowboard e torceu o joelho. Tiveram de vir resgatá-la de maca.

Tuga acidentada sendo resgatada

Outras dicas relevantes:
  1. Passe protetor solar na cara pra não acabar feito essa gringa aqui
  2. Se for de carro, fique esperto com a neve. Dá pra comprar estas capinhas pra neve que vendem em todo canto. Também atenção para os pedestres! Não seja um ogro. Andorra não é o Brasil, lá o pedestre tem sempre preferência, eles são mais civilizados;
  3. Vá de leve e não se estropie no 1o dia como eu;
  4. Não compre chip de celular, todo lugar tem wi-fi, até nos cafés ao longo da montanha
  5. Use capacete. Se até o Schumacher se deu mal, imagina você que nasceu num país tropical



Isso aí. Bom esqui pra galera!

Voltar para topo
 Responder Responder

Ir para Permissões do Fórum Veja o Drop-Down

Bulletin Board Software by Web Wiz Forums® version 9.08
Copyright ©2001-2008 Web Wiz
Copyright 2006-2007 - SnowAdventures